Receitas
São todos os recursos financeiros que a Prefeitura recebe.

São todos os recursos financeiros que a Prefeitura recebe. As principais Receitas são divididas em:

- Receitas Próprias. Aquelas que a Prefeitura arrecada diretamente por meio de impostos e taxas, como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), o Imposto Sobre Serviços (ISS), a taxa de limpeza pública, etc.

- Receitas de Transferências. É parte dos impostos cobrados pelo Governo do Estado e pelo Governo Federal, como o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o Imposto de Renda, que é repassada ao Município, FPM - Fundo de Participação dos Municípios, etc.

- Receitas de Capital. Resultam de operações de crédito, financiamentos ou empréstimos contratados para projetos de investimentos.

Os registros de classificação da receita são efetuados por meio de rotinas específicas e de forma geral podem ser assim tratadas:

- Receitas arrecadadas via Gestão de Tributos Municipais (GTM) - são registradas contabilmente a partir do recebimento do arquivo de arrecadação encaminhado pelo Banco;

- Receitas originárias de transferências, operações de crédito, serviços e rendimentos de aplicações financeiras - são registradas contabilmente a partir dos avisos de lançamentos emitidos pelos bancos oficiais, informando o crédito dos valores nas contas bancárias;

- O registro contábil da receita contempla, alem da arrecadação efetivada, as restituições e retificações.


Receitas em Geral até Dezembro/2016 Receitas em Geral a partir Janeiro/2017
Desenvolvido por N2 Soluções